FIM DE ANO

22/11/2016 | Gaúchos devem comprar, em média, cinco presentes neste Natal, revela Pesquisa de Final de Ano da Fecomércio-RS

Em média, cada consumidor gaúcho deverá adquirir cinco presentes neste Natal. As mulheres lideram na quantidade de itens a serem comprados, 5,7, contra 4,2 dos homens. Já na avaliação do gasto médio por pessoa - R$ 470,12 - os homens vão desembolsar mais, R$ 533,64, contra R$ 411,97 a serem gastos pelas mulheres. Os dados são da Pesquisa de Final de Ano 2016, elaborada pela Fecomércio-RS, e divulgada nesta terça-feira (22). O levantamento ouviu 385 consumidores entre os dias 20 e 27 de outubro nas cidades de Porto Alegre, Santa Maria, Pelotas, Caxias do Sul e Ijuí.

A pesquisa indica uma tendência de que os gaúchos gastem menos na compra de presentes na comparação com o final do ano passado. A estimativa é de que a data apresente uma queda de 5% nas vendas na comparação com o mesmo período do ano passado. Conforme os dados apurados, 46,8% dos entrevistados afirmaram que irão gastar menos ou muito menos do que no Natal de 2015, enquanto 23,6% pretendem desembolsar mais ou muito mais. O percentual que planeja direcionar o mesmo valor de 2015 foi de 28,8%.

Neste ano, o vestuário tem peso importante na intenção de consumo dos gaúchos: é a preferência de 68,6% dos entrevistados que irão às compras. Brinquedos (39,7%), calçados (13,5%) e perfumes e cosméticos (11,9%) aparecem logo em seguida. Assim como no ano passado, os produtos eletroeletrônicos, de maior valor, foram pouco mencionados pelos entrevistados (5,5%). Os locais de compras preferidos, mais uma vez, serão as lojas dos centros das cidades (63,6%), seguidos por shopping centers (24,2%) e lojas de bairro (10,4%). A internet foi citada por apenas 4,9% dos entrevistados.

A modalidade de pagamento à vista mais uma vez será a mais utilizada nas compras de Natal, citada por 62,9% dos gaúchos ouvidos. Dentre os 36,9% que afirmaram a intenção de parcelar, 52,1% pretendem pagar os presentes entre 1 e 3 vezes.
Outro dado da Pesquisa de Natal 2016 é sobre a destinação do 13º salário. Entre os entrevistados que recebem o benefício (61,3%), a maior parte (42,4%) vai utilizar o recurso extra para o pagamento de contas do mês, seguido pela intenção de formação de poupança (37,9%) e, em terceiro lugar, para a compra de presentes (35,7%).

  • PESQ FIM DE ANO
Download da pesquisa