História do Sindilojas Gravataí

O Sindilojas Gravataí nasceu sem teto e sem chão

Conhecido hoje pela beleza e requinte de suas instalações, o Sindicato do Comércio Varejista de Gravataí (Sindilojas Gravataí), iniciou sua história “sem teto e sem chão”, como conta um dos fundadores, Albrecht Schott. A instituição aconteceu em 16 de setembro de 1962, durante reunião dos 21 sócios fundadores, na sede da Associação Comercial, Industrial e Rural de Gravataí. O encontro tinha a finalidade de compor uma diretoria provisória para a entidade, com o objetivo de definir as bases para a efetiva criação do Sindicato.

Em 21 de janeiro de 1963 o Sindilojas foi reconhecido pelo Ministério do Trabalho, através da Carta Sindical, e firmou como fundador e primeiro presidente, Antônio Luz (In memoriam). Após um período de inatividade, o Sindilojas voltou a atuar com fortes propósitos em 1982, devido ao grande desenvolvimento comercial da cidade, que passou a cobrar a existência de um sindicato patronal atuante.

Em 11 de setembro de 1982, o presidente Antonio Luz e o empresário Albrecht Schott, convidaram empreendedores do setor, através de um Edital de Convocação, para uma Assembleia Geral Extraordinária, com o objetivo de reativar o Sindicato.  A iniciativa foi aprovada por unanimidade e eleita uma Junta Governativa composta pelos empresários Claudio Leal Fernandes, Antonio Luz, Flávio Sabbadini (In memoriam), Nadir Carbonera, Antonio Guglielmi e Antonio Valdomiro Oliveira de Barros. O varejista Albrecht Schott, foi então empossado como presidente do Sindilojas.

Funcionou inicialmente junto à Associação Comercial, Industrial e Rural (atual Acigra). “Nascemos sem teto e sem chão. Nos acomodamos na Acigra, em um cantinho, junto a uma coluna, onde colocamos uma mesa e uma cadeira”, conta o ex-presidente Albrecht Schott.

Infraestrutura

Somente em 25 de maio de 1987 é que foi instalada a primeira sede própria do Sindilojas, por iniciativa do presidente Albrecht Schott, com o apoio financeiro da Fecomércio/RS. Foram adquiridas na época duas salas comerciais (totalizando 152m²), localizadas na Galeria Dom João Becker, no Centro de Gravataí. Em 2003, sob a presidência de Itamar José de Oliveira, a entidade começou a ampliar e modernizar suas instalações, ao acrescentar mais uma sala de 76m² a sua estrutura física. Dois anos depois, mais uma vez as instalações são ampliadas com mais uma sala de mesma medida, para acomodar os departamentos Médico e Odontológico. No ano de 2006, o Sindicato passou a ocupar 344m², ao acrescentar a sua estrutura física mais uma sala, esta de 40m².

Subsedes

Em 2007, o comerciante José Nivaldo da Rosa assumiu a presidência, prometendo dar visibilidade à entidade. Para atingir este objetivo e aproximar mais o Sindilojas dos associados estabelecidos em pontos mais distantes do Centro, em 2011 foi criada a Subsede Morada do Vale, localizada na rua Pedro Alvares Cabral, 880. A nova unidade foi instalada em um prédio remodelado, com um auditório para 60 pessoas, consultórios médico e odontológico e o Balcão de Atendimento Sesc/Senac.

Menos de um ano depois, chegou a vez dos associados da cidade de Glorinha contarem com a Subsede do Sindilojas. A estrutura instalada no município tem consultórios médico e odontológico, Balcão de atendimento Sesc/Senac, laboratório de informática e auditório com espaço para 40 pessoas, tudo isso dentro de 146,7m². A unidade está localizada na Avenida Pompílio Gomes Sobrinho, 23.961.

Nova Sede

Enquanto expandia o Sindilojas e o aproximava mais dos associados, o presidente José Rosa e sua diretoria adquiriram uma nova área no Centro, a fim de construir uma nova sede, que contemplasse o desenvolvimento da instituição. Com projeto da Torres & Bello Arquitetos e execução da Finger Engenharia e Construções, a nova sede foi inaugurada em 16 de setembro de 2012.

Os 2 mil metros quadrados de área construída, distribuídos em quatro pavimentos, abrigam a área de saúde do Sindilojas, com três consultórios odontológicos, um Clínico e de Medicina do Trabalho, e um de Psicologia e Nutrição; setores comercial, administrativo e de recepção, um plenário, a sala da presidência, três salas e um salão de eventos (disponíveis para locação), além de um espaçoso terraço e o estacionamento, localizado no subsolo do prédio.

Gestão e Atendimento

Com uma equipe de 38 colaboradores, o Sindilojas criou seu próprio modelo de autossustentabilidade e é mantido por associados efetivos, contribuintes, produtos e serviços. A diretoria é composta de 21 empreendedores, eleitos para uma gestão de quatro anos, presididos pelo varejista José Rosa, mais um grupo de diretores indicados pelo presidente e demais diretores, para representarem e divulgarem a entidade nos bairros.

Mais de 20 mil empresas do comércio de bens e serviços estão cadastradas pelo Sindilojas Gravataí, beneficiadas pela negociação das convenções coletivas e acordos trabalhistas – dissídio, definição do piso salarial do comércio, horário do comércio, abertura do comércio aos domingos, campanhas institucionais, promoções, produtos e serviços, etc. Atualmente, o Sindilojas possui mais de 3 mil associados.

Serviços

Seguindo as diretrizes de sua missão e visão, a entidade trabalha com uma rede de parcerias que disponibilizem serviços e mais de 300 produtos, entre eles convênios de plano de saúde, de medicina ocupacional, odontológico, de assistência jurídica; Certificação Digital; Revista “Sindilojas + Associados”; escolas e universidades; Escola do Varejo; ações sociais, culturais e de preocupação com o meio ambiente (projeto Amigos do Planeta); campanhas promocionais; locação de salas para eventos.